Como controlar seu dinheiro

Como controlar seu dinheiroSabemos que em qualquer tipo de empreendimento, para se obter sucesso é preciso cuidar da contabilidade. É preciso saber a melhor forma de gerir os recursos. Por que deveria ser diferente com as pessoas que desejam o sucesso profissional e financeiro? Para atingir nossos objetivos, precisamos aprender a controlar o nosso dinheiro. A minha estratégia; antes de iniciar meus negócios oficialmente, durante o período em que apenas trabalhava como digitador, cozinheiro e como instrutor na área de corte de frutas e escultura em legumes; foi pensar em mim mesmo já como uma empresa. Assim, anotava cada centavo que ganhava ou gastava.

Clique aqui e cadastre-se para receber novidades por e-mail

Li em algum lugar, que um grande empresário, com diversas empresas espalhadas pelo mundo, iniciou sua jornada ainda criança, vendendo doces aos seus primos no jardim de sua casa e desde muito jovem, já tinha seus cadernos de contabilidade para anotar a evolução de seu patrimônio e os guarda até hoje como recordação. Pensei em fazer algo parecido, pois naquela época ainda não tinha um computador para fazer estes registros.

Assim, mandei imprimir no verso de minhas apostilas de gastronomia, uma espécie de livro caixa, com colunas destinadas a anotação de dados como data, histórico, débito, crédito e saldo, em que anotava cada centavo do dinheiro ganho ou gasto, o que me proporcionava uma visão clara em relação às minhas movimentações financeiras. As anotações praticamente eram diárias e ao anotar, sempre dava uma olhada no conteúdo das apostilas, ou seja, além de cuidar de meu dinheiro, estudava gastronomia. Guardo estas apostilas até hoje.

É claro que atualmente não utilizo mais anotações em papel, mas as faço em meu Tablet, utilizando uma planilha do Excel, em que apenas digito a despesa realizada, somando-as as já existentes na área específica, e o próprio programa realiza a auto-soma destas despesas. Mas o modelo da planilha é o mesmo que eu utilizava para fechar o total gasto em cada despesa, com base nas anotações no livro caixa, que se encontrava no verso de minhas apostilas. Hoje não preciso mais ficar me limitando muito nas despesas como fazia ao iniciar minha trajetória, mas mesmo assim criei o hábito de estar sempre a par do que foi gasto no decorrer de um mês. Segue abaixo um exemplo da planilha que utilizava quando iniciei minha jornada. Observe que mostra até mesmo o destino a ser dado à renda.

T O T A I S EM JULHO
SOBREVIVÊNCIA [50%] PODERIA REAL
F I X O
Aluguel
Energia Elétrica
Água e Esgoto
Telefone e Internet
V A R I Á V E L
Alimentação
Cosméticos
Manutenção da Kitnet
Vestuário
Transporte
SUPERFLUO [30%] PODERIA REAL
Lazer
INVESTIMENTO [10%] PODERIA REAL
DAS
RESERVA DE GASTOS [10%] PODERIA REAL
POUPANÇA
TOTAL SAÍDA
TOTAL ENTRADA
SALDO

Na linha “Poderia” era realizado o orçamento. Ou seja, com base em minha renda anotava o que poderia gastar. Mas geralmente, ou gastava ou mais, ou menos, e este gasto real aparecia na coluna “Real”. O DAS se refere ao fato de que eu havia aberto uma empresa como Micro Empreendedor Individual e os valores pagos eram considerados investimento, porque funcionava também como aposentadoria. Atualmente faço investimentos mais rentáveis. As despesas com manutenção se referiam a produtos de limpeza e eventuais pinturas na kitnet e esta metodologia ainda utilizo, só que em minha casa.

É compreensível que no início você deixe de anotar alguns valores. Você vai fazer um lanche e come um pastel. Você vai ou esquecer ou achar ridículo anotar este valor. Mas ao fazer este controle, não pense muito em valores, tenha em mente que o objetivo maior é habituar sua mente a controlar seu dinheiro e com o tempo você vai querer anotar cada centavo que gastar e passar a gostar de cada centavo que ganhar.

Confesso que quando iniciei este tipo de controle, as anotações não eram realizadas de forma sincera. Ou seja, havia dias em que realizava gastos e não anotava, em outros, anotava valores que não eram os valores reais gastos ou ganhos. Era como, se de alguma forma, minha mente repudiasse um instrumento de controle sobre em que gastava meu dinheiro, pois nunca havia realizado algo parecido. Entretanto, depois de algum tempo, cheguei à conclusão de que era necessário usar de sinceridade nas anotações, ou aquele instrumento seria apenas mais um pedaço de papel e não representaria a realidade. Assim, marquei um dia específico para iniciar o que denominei “tolerância zero para erros no controle do dinheiro e patrimônio”, o que foi uma decisão importante, pois até hoje a levo em consideração.

É importante gostar de cada centavo que obtemos. Antes de iniciar meu projeto, eu não apanhava as moedas que me davam de troco em supermercados. Esta atitude não pode ser encarada como abundância, mas como um desprezo ao dinheiro. Hoje, apanho cada centavo que me dão de troco. Deixar de apanhar o troco, não pode ser encarado como doação. Para doações, existem outras maneiras de fazê-las, de forma planejada.

Quando você deixa de pegar um centavo, seu cérebro pode entender como se você estivesse desprezando dinheiro e isto pode limitar inconscientemente seu crescimento. Não quer dizer que você precise ser avarento e não deixar um centavo para traz. O que quero dizer é que se você não quiser pegar o troco, por exemplo, deve ser algo consciente e um ato de generosidade para com quem está lhe atendendo, não por costume e de forma automática, ou por não dar valor ao dinheiro, apenas porque se trata de pequenos valores.

Quando você tiver um grande volume de dinheiro, haverá pessoas para anotar suas movimentações financeiras. Mas com certeza, o hábito de cuidar do dinheiro, você nunca vai perder e não correrá o risco de botar tudo a perder, pois já ouvi histórias de pessoas ricas que, por não cuidarem de seu dinheiro, acabaram perdendo tudo. A seriedade que você dá a este controle determina a medida de seriedade que você dá aos seus objetivos.

Nesta área de meu blog, normalmente indico algum E-Book sobre Desenvolvimento Pessoal. Contudo, hoje vou indicar o E-Book “Curso Tapioca”, pelo fato de que conheço pessoas que utilizaram este conteúdo e estão conseguindo obter uma renda extra bastante significativa.

O E-Book traz dicas de modelos de negócios para abrir e faturar com vendas de vários tipos de tapiocas e mostra como regularizar e formalizar negócios no ramo da alimentação.

Trata-se de um curso inédito e definitivo em 760 páginas ilustradas sobre fabricação de todo tipo de tapiocas. Acredito que não há outro curso parecido no mercado, apesar de ser uma das principais iguarias tradicionais do país. Não é um livrinho só de receitas, porque receita é o que não falta no Google e no YouTube, é muito mais do que isso, é uma consultoria completa.

Para quem deseja faturar no ramo da alimentação, traz embasamento para o mais simples ambulante, até o mais refinado restaurante ou Food Truck.

Torne-se agora mesmo um expert, especialista, em fabricação de tapiocas e muito mais.

Leia Também:

Quanto tempo você destina para a família e lazer

Como se tornar um gênio em finanças

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s